Você está aqui
Home > Brasil > Paulo Coelho pede ao senador Cristovam Buarque para não lhe enviar e-mails

Paulo Coelho pede ao senador Cristovam Buarque para não lhe enviar e-mails

No Twitter, artista publicou apelo para político e vários internautas manifestaram o mesmo problema

O escritor Paulo Coelho fez um pedido público ao senador Cristovam Buarque, do Partido Popular Socialista. No Twitter, o artista solicitou ao político que parasse de enviar e-mail automáticos com informações sobre a gestão e planos de governo. “Senador Cristovam Buarque, favor remover meu endereço de e-mail da sua lista de spam, tentei várias vezes e não funciona. Não me interessa o que pensa”, publicou Coelho.

.@Sen_Cristovam favor remover meu endereço de email da sua lista de spam, tentei várias vezes e ñ funciona. Não me interessa o que pensa

O senador, que votou a favor do impeachment da então presidente Dilma Rouseff, não respondeu ao apelo de Paulo Coelho até a publicação desta matéria. Nos comentários da publicação, alguns internautas alegaram terem passado pelo mesmo problema e deram dicas de como resolver a situação. O escritor afirmou que já tentou criar um filtro para que as mensagens dele sejam direcionados ao lixo, mas “nem sempre funciona”.

Saiba mais

  • Escritor brasileiro conhecido mundialmente, Paulo Coelho completa 70 anos
    Escritor brasileiro conhecido mundialmente, Paulo Coelho completa 70 anos
  • Obra de Paulo Coelho é reeditada e ganha nova roupagem
    Obra de Paulo Coelho é reeditada e ganha nova roupagem

“É aquele que morreu politicamente em 2016? Depois disso ficou vagando por ai de galho em galho, mas sem ideais”, perguntou uma seguidora. “Sempre que recebo e peço que remova, vem uma resposta automática dizendo que nao pode ser entregue o meu e-mail. O dele pode”, respondeu Paulo. “Isso também aconteceu comigo. Enviava e-mail quando era ministro. Deixou de ser ministro continuou enviando suas mensagens Tive que insistir”, apontou outra internauta. Aos 73 anos, o senador estudou na Escola de Engenharia do Recife e fez mestrado em Economia pela Universidade Católica de Pernambuco. Desde 1979, é professor na Universidade de Brasília, em que se tornou reitor em 1985 e exerceu o cargo até 1989.

Deixe uma resposta

Top