Ainda acompanharam a visita os membros da Comissão de Bioética, Biotecnologia e Biodireito, Aline Torres, Caroline Bayma Sousa Nogueira, Francisca Rodrigues de Oliveira Gomez, Felipe Oliveira da Silva Modtkowski, Gregório Wellington Rocha Ramos, Kênia Amaral Duarte dos Santos, Liander Michelon e Marcelo do Vale Lucena.

Antonio Alves disse considerar a visita de extrema importância, pois a partir dela pode-se constatar a eficiência e a qualidade do hospital. “O HBC presta um serviço diferenciado e de alta qualidade à população atendida pelo Sistema Único de Saúde. Na visita que fizemos, constatamos a tranquilidade dos pacientes e pais, a alegria dos funcionários do hospital”, disse.

Felipe Bayma, presidente da Comissão de Bioética, Biotecnologia e Biodireito, explica que a vistoria buscou analisar as atividades hospitalares desenvolvidas no local como consultas, cirurgias, exames e demais atendimentos oferecidos pelo hospital no Bloco I, inaugurado em 2011. Bayma conta que o bloco II está em fase de construção e oferecerá os serviços de internação, cirurgias, Unidade de Terapia Intensiva (UTI), diagnóstico especializado e centro de ensino e pesquisa. “Detectamos que lá possui algumas tecnologias que não estão presentes em outros hospitais da rede pública, então, realmente, possui um alto padrão de qualidade de atendimento”.

Ao se inteirar sobre o relatório da visita, o presidente da OAB/DF, Juliano Costa Couto, concluiu que a vista satisfez as expectativas e que projetos como este motivam a Ordem a continuar a fiscalizar os órgãos públicos para garantir os direitos sociais dos cidadãos. “As experiências positivas, sérias e compromissadas com o bom trato da coisa pública devem ser valorizadas e me parece ser este o caso do Hospital da Criança de Brasília, inspecionado pela OAB/DF, que tem toda a disposição para contribuir com este tipo de trabalho” pontuou.

Veja o relatório da vistoria na íntegra.