Você está aqui
Home > Utilidade Pública > Valorizar empresa do DF contribui para a geração de empregos

Valorizar empresa do DF contribui para a geração de empregos

 

O Distrito Federal é conhecido pelo relevante número de servidores públicos. Muitos pensam que a roda da economia aqui só gira pelos serviços pagos com os salários do funcionalismo. Mas não é bem assim. Apenas 38,45% da população sobrevive do dinheiro pago pelo Estado, seja o DF ou a União, segundo dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais), do Ministério do Trabalho. Os demais 800 mil moradores dependem do sucesso das empresas que atuam aqui para manter emprego e renda. Por isso, a valorização da iniciativa regional representa a criação e manutenção dos postos de trabalho.

Um exemplo de companhia bem-sucedida do Distrito Federal é BRBCARD, empresa do conglomerado Banco de Brasília. Este ano, a administradora de cartões de crédito figurou na mais importante lista do empresariado brasileiro. O prêmio Maiores e Melhores da Revista Exame elabora, em parceria com o instituto de pesquisas contábeis ligado à Faculdade de Economia da Universidade de São Paulo, um ranking que leva em conta critérios como crescimento das vendas, liderança de mercado, liquidez corrente, rentabilidade do patrimônio, riqueza criada por empregado, excelência empresarial, controle contábil e governança. Três mil empresas de todo o país foram analisadas. A BRBCARD ficou entre as 100 primeiras colocadas.

Para entregar um cartão de crédito genuinamente brasiliense, com benefícios e sistema de segurança melhores ou iguais aos praticados por grandes bancos privados, a BRBCARD mobiliza uma extensa cadeia de serviços que inclui gráficas, logística de transporte, teleatendimento, tecnologia de redes, administração de processos, produção de insumos de papelaria, apoio a eventos sociais e culturais, equipes desportivas e profissionais liberais. Essas atividades geram aproximadamente 600 empregos indiretos e mobilizam uma cadeia produtiva de quase cem fornecedores do Distrito Federal. “Quando nós dizemos que o cartão BRBCARD é feito em Brasília e para o brasiliense, isso representa mais do que uma ação de marketing. Há um grande trabalho por trás desse produto. O cliente, ao optar pelo cartão, está apoiando a criação de postos de trabalho no Distrito Federal. Além disso, há um processo de retorno de recursos aos cofres públicos, quando a empresa lucra ”, afirma o diretor-presidente da BRBCARD, Ralil Nassif Salomão.

O Governo de Brasília é dono de 96,85% do Banco de Brasília e o banco o principal acionista da BRBCARD. Assim, as receitas da instituição constituem recursos que contribuem para a saúde financeira do Estado e, consequentemente, o custeio de serviços públicos como Saúde, Educação e investimentos em políticas de mobilidade. Em 2016, a BRBCARD gerou R$ 52 milhões em impostos. Além disso, 60% da base de clientes da BRBCARD é composta por servidores do DF. Quando os funcionários gastam parte de sua remuneração por intermédio da instituição vinculada ao governo, os investimentos com folha de pagamento retornam, em parte, aos cofres públicos, fechando um ciclo que só contribui para a qualidade de vida dos moradores do Distrito Federal.

O sucesso comercial da empresa não afasta os investimentos no capital humano. A BRBCARD foi contemplada com o prêmio Great Place To Work (GPTW), de melhor empresa para se trabalhar na Região Centro-Oeste.  E não é para menos, os colaboradores da BRBCARD têm sala de descanso, aulas de inglês gratuitas com professor nativo nas dependências da empresa, vale-alimentação com valor acima do mercado, clube para curtir o fim de semana, bolsa-academia que custeia parte da mensalidade nos ginásios e o incentivo para a participação em um grupo de corrida formado pelos funcionários.

ENTREVISTA: RALIL NASSIF SALOMÃO, DIRETOR-PRESIDENTE DA BRBCARD

 

Com a crise financeira batendo à porta, a BRBCARD, empresa do conglomerado BRB, conseguiu o malabarismo de ser reconhecida como a melhor empresa para se trabalhar da Região Centro-Oeste e, ao mesmo tempo, figurar na lista de elite do empresariado nacional no quesito crescimento. No dia 7 de agosto, o diretor-presidente da BRBCARD, Ralil Salomão, recebeu o prêmio Melhores e Maiores, concedido pela revista Exame. A empresa de Brasília ficou entre as 100 maiores do país. Ralil afirma que a receita para crescer e manter a saúde financeira durante a crise passa pelo aprimoramento de processos de eficiência. Confira a entrevista com o presidente do BRBCARD.

 

É possível crescer ou manter a saúde financeira em um período de crise?

No período de crise é que temos que aproveitar as oportunidades e usar a criatividade. É preciso realmente sair da zona de conforto e buscar alternativas para continuar exercendo o seu trabalho de maneira econômica e com qualidade para o cliente.

 

Em termos de métodos de administração, as empresas têm criado novas estratégias para sobreviver?

Eu acredito que não só no momento de crise, mas é preciso intensificar, aproveitar os colaboradores, escutar mais, ter opiniões diferentes. Nós estamos trabalhando com gerência participativa para chegar a esse denominador. Não adianta achar que você está bem posicionado em qualidade de atendimento, por exemplo, se você não entrar no telemarketing para receber ou fazer uma ligação e observar se os clientes estão sendo tratados como você gostaria de ser tratado. É preciso revisitar todos os processos o tempo todo. Temos o orgulho de dizer que nosso índice de fraude é o mais baixo do mercado. Ao mesmo tempo que estamos com o índice de fraude bem abaixo do mercado, temos aproximadamente 98% de transações aprovadas, facilitando a vida dos nossos clientes.

 

Como a BRBCARD conseguiu vencer o prêmio Great Place To Work em um cenário de reformas trabalhistas que cortam benefícios e ainda assim assegurar crescimento?

São os funcionários que fazem acontecer a empresa, são eles que fazem chegar a um resultado tão bom como foi o de 2015 e o de 2016, o melhor resultado desde a criação da empresa. Acredito que quando a gente concede algum benefício ao colaborador não é um gasto, mas sim um investimento. O trabalho se torna mais prazeroso quando o trabalhador está mais motivado.

 

O que representa o prêmio Melhores e Maiores, da revista Exame, para a BRBCARD?

 

 

 

 

 

 

Nós ficamos entre as 100 melhores empresas em termos de resultado e o prêmio fortalece a política de gestão participativa e qualidade que defendemos. Quando o empregado vem trabalhar mais satisfeito, ele vai querer dar o seu melhor. Nós queremos trabalhar dando um retorno bacana para a população, principalmente os cidadãos de Brasília. A BRBCARD é uma empresa que nasceu em Brasília, gera empregos e receita para nossa cidade e nós temos o nosso cartão de crédito, um ótimo produto em que oferecemos taxas, comodidades e benefícios acima dos nossos concorrentes.

 

 

 

 

Fonte: Donny Silva

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Top